UNIDADES DE ORIENTAÇÃO

Alimentadores de lamelas

Alguns anos atrás TAD aumentou seu programa de produtos, fundado principalmente na vibração, com outros elementos electromecânicos como os alimentadores de lamelas, complementam sua ampla gama de possibilidades de alimentação de peças em qualquer processo produtivo.

Os alimentadores de lamelas, também chamados “de cascata”, de “lamelas oscilantes” ou “stepfeeder”, são um complemento necessário à tradicional alimentação electromagnética em toda uma tipologia de peças que, por o seu volume, acabados superficiais, agressividade, etc. Ultrapassam os limites aceitáveis em seu tratamento por meio de alimentadores vibratórios.
Eles são especialmente indicados para: tubos, varetas, cartuchos, eixos, rótulas, parafusos, entre outras peças.

O alimentador está geralmente composto de 4 lamelas oscilantes em aço tratado e uma tremonha incorporada que é movida por um moto redutor.
O desígnio das lamelas, em cada caso cumpre a função de pré-seleção e dosagem das peças no seu transporte (elevação) antes da sua orientação final (usando dispositivos mecânicos, pneumáticos ou de outra natureza) e entrega à unidade de produção correspondente (por meio de Unidades de Ligação como: rampa de gravidade, transportador de tela ou vibrador linear).

O alimentador normalmente vai acompanhado por uma unidade de autonomia, também chamada “tremonha” ou “bunker” que é desenhada baseada na capacidade solicitada, sendo contemplado larguras de 200 para 500 mm. e longitudes de 600 para 1500 mm. A tela de transporte é resistente aos golpes e rasgões e os laterais da tremonha são forrados de material plástico.
No caso de precisar a expulsão ou evacuação das peças da unidade de autonomia é contemplada uma portinhola traseira rebaixável que, junto com a inversão da marcha do motor do transportador, facilita um esvaziamento rápido do mesmo.

Um armário eléctrico centraliza todo o comando do grupo (eléctrico e pneumático) para um funcionamento autónomo.

Temos também mais sistemas de alimentação de acordo com as necessidades do seu projeto: Alimentadores rotativo e centrífugos ou Alimentadores vibratórios.

As peças para alimentar definem o modelo de alimentador de lamelas e as necessidades ou condicionamentos na sua aplicação não são nenhum obstáculo para a sua realização (altura de carregamento, capacidade, velocidade, legislação especial, etc.)

Para a adaptação as exigências de nossos clientes dispomos de vários modelos que vão de uma largura útil 250 mm. para 1000 mm., em formatos standards, com a possibilidade de desenhar formatos especiais personalizados.

O accionamento das lamelas é levado a cabo por meio de um moto-redutor trifásico de 0,55 Kw., na versão com armário eléctrico, um variador de velocidade é incluído.

Também, o nível de peças na tremonha de recepção é controlado por meio de sensor ou barreira fotoeléctrica que activa, ou não, a tremonha ou armazém de peças (Unidade de Autonomia). A altura standard de entrega de peças é de 1050 + /- 25 mm.. Outras alturas superiores não apresentam problema.

Estes sistemas, aceites principalmente em Europa reúnem, como principais características definidas: versatilidade, tratamento excelente para as peças que alimenta, redução do nível som (barulho), robustez, durabilidade e capacidade de alimentar peças semipesadas, volumosas e abrasivas.

Alimentadores de grelha de alta potência
mecanismo de vibração linear